top of page

Quando atualizar as linhas de FRETAMENTOS?



Não há uma regra específica sobre a frequência de ajuste das linhas de itinerários de fretamento que atendem os funcionários das empresas. No entanto, é recomendável que as empresas façam uma revisão periódica dos itinerários, levando em conta as seguintes variáveis:


  • A demanda dos funcionários por transporte, considerando o número de passageiros, os horários e os locais de embarque e desembarque;

  • Diminuição do aproveitamento das linhas de fretamento;

  • Ampliação de linhas de fretamento com baixa ocupação;

  • Ampliação das solicitações de vale-transporte para completar o percurso do itinerário;

  • Redução ou ampliação de turnos ou quadro de funcionários;

  • A eficiência e a segurança dos itinerários, buscando as melhores rotas, os menores tempos de deslocamento e os menores riscos de acidentes e imprevistos.


Uma forma de facilitar o ajuste das linhas de itinerários de fretamento é utilizar a técnica da roteirização de itinerários, que consiste em traçar as melhores rotas para cada funcionário, utilizando algoritmos e inteligência artificial para calcular as quantidades necessárias e corretas de linhas de fretamento a serem disponibilizadas, porte dos veículos e de vale-transporte necessário para complementação do percurso.


A segurança da aplicação deste estudo de roteirização esta no levantamento das oportunidades de ajustes, antecipação dos impactos de ajustes para a partir daí, implementar os devidos ajustes.


O monitoramento dos acessos também é um método para identificação do melhor momento para tais ajustes.


A roteirização de itinerários pode trazer diversos benefícios para as empresas e para os funcionários, como economia de gastos com redução de linhas, porte de veículos, com o vale-transporte, redução de fraudes no uso do benefício, otimização dos processos produtivos, geração de dados sobre o uso do transporte e melhoria da qualidade de vida dos funcionários.

9 visualizações0 comentário

留言


bottom of page